sexta-feira, 29 de julho de 2011

Aproveite!


Quem disse que chorar é sinal de fraqueza?
Quem disse que sorrir é bobeira?
Todos temos uma criança dentro de si, e o que importa é o que você faz com ela.
Por isso eu corro, pulo, canto, grito, danço feito louca no meio da rua. Eu me visto jeito que quero, pois as pessoas mais legais do mundo não estão nem aí pra o que as pessoas pensam delas. Sou totalmente inconstante, sou louca... Isso mesmo, sou louca de pedra, “doidinha da latinha”.
Gosto de andar de bicicleta a 100 km por hora, de cantar sem saber a letra, tomar litros de sorvete, depois comer coisas gordurosas que provavelmente vão me encher de celulite.
Faço coreografias estúpidas em frente ao espelho, dou apelidos bestas para minhas amigas, durmo rodeada de bichos de pelúcia, e não sou menos mulher por ser assim.
Se for pra me tornar uma adulta vazia e cheia de exigências, prefiro continuar a moça de 17 anos com alma de moleca.
Eu mando beijinhos a todos que me olham torto, pois essas pobres criaturas têm inveja da coragem que tenho de mostrar pra todo mundo como sou de verdade,
Divirto-me tanto sem ter uma cinturinha esquelética, ou uma bunda enorme!
Me chamam de idiota, mas idiota não é a pessoa  que tem coragem de viver intensamente.
Idiotas são aqueles que não sabem o quanto querem e podem ser diferentes.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

S.O.S

Eu fechos olhos, e te vejo.
Ouço algo bonito, lembro de tua voz...
A brisa toca meu rosto e eu te imagino,

Eu tenho urgência de ti, oh meu amor!






Caio Pablo