quinta-feira, 1 de julho de 2010

Com o tempo, a gente vê


Hoje eu paro e vejo, quantas chances desperdicei quando o que eu mais queria era provar pra todo o mundo que eu não precisava provar nada pra ninguém

4 comentários:

MBCarvalho disse...

Acho que todo mundo um dia já pensou desse jeito. Mas que bom que a gente percebe isso a tempo de mudar..

Beijoos (:

Se meu nome fosse Liw (8` disse...

Muito bom seu blog! amei...
vc escreve mt bem. beeijos,

Se meu nome fosse Liw (8` disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
zaid disse...

Provar o que somos nada mais é do que a curiosidade de saber se estamos agradando ao mundo. Não precisar provar nada a ninguém é a evolução de nós mesmos dentro ou fora da vida de quem não suportamos. Pois quem ama, independente das atitudes durante o trajeto da vida rumo ao amadurecimento, perceberam e contribuíram sem a sentença de condenação. Assim sendo, dando tempo ao tempo até que tudo se transforme em flores, borboletas, príncipes ou princesas, procurando não olhar apenas para nossos espinhos antes saber que daquele casulo surgirá lindas asas.