terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Despertar de uma nova vida.

Não pensei que seria fácil aceitar a idéia de ir para outra cidade, deixar pra trás velhos costumes, amigos, família, alguém especial.
Descobri que apesar dos meus quase 16 anos, sou completamente necessitada da presença da minha mãe, creio eu que ainda não completamente o cordão umbilical.
Minha vida sempre foi cheia de grandes mudanças repentinas, só que dessa vez, não sei por que está tão difícil aceitar.
Creio eu que das outras vezes, eu achava que não tinha o que perder mesmo, por isso ia em frente, 2009 foi um ano de descobertas, de bons e maus momentos, de felicidade e tristeza,
Descobri realmente o quanto as pessoas podem ser ruins, e que se tem que confiar desconfiando.
Mas descobri também o valor das coisas simples, reatei velhas amizades, descobri que amizade não é quantidade é qualidade, e que pode surgir de quem tu menos espera.
Valorizei mais os momentos com a família, descobri o amor (coisa gay)
Resumindo, hoje vejo um mundo totalmente diferente, talvez por isso não queira abandonar a vida de agora.
Deixar pra trás tudo que conquistei, tudo que planejei tudo que vivi.
O jeito é seguir em frente, deixar nas mãos de Deus.
Viver uma nova perspectiva
Sometimes I wish I could be...
Sometimes I wish I just wasn't me…
Sometimes I wish that I...
that I could touch the sky
that I wouldn't shy again
that I could fly away....(8)

~* Especiais:

- Ana Macêdo: BFF
- Juliana Christina: Momentos de Filosofia estranha
- Ramon Hiama: Por ter a capacidade de me aguentar
- Francisco Muniz: Parte de mim
- LuanRenato: Filho!
- Luiza Ferreira: Mais que prima, quase irmã

/NagisaHelenaVeríssimo